Pretende-se lançar uma iniciativa que visa identificar uma estratégia corporizada através de um conjunto de projetos de âmbito empresarial, cultural, ambiental e social dirigidos às comunidades piscatórias distribuídas de forma homogénea no espaço do Litoral Norte.

De forma a dar maior visibilidade e notoriedade à Ação da Estratégia de Desenvolvimento consagrada no Eixo IV de Promar para o GAC Litoral Norte pretende-se apoiar a concentração de investimentos e projetos em áreas previamente delimitadas que mantenham, por um lado, níveis significativos de atividade piscatória e, por outro lado, nas quais sejam patentes dinâmicas económicas sociais, culturais, etnográficas e sociais relacionadas com aquela atividade e com a respetiva comunidade. Este é, então, o âmbito de ação 1 que prevê a elaboração de Plano de Intervenção Intermunicipal das Aldeias do Mar.

Ao nível local, tal desiderato será prosseguido:

  1. Através de Planos de Intervenção das Aldeias do Mar para os núcleos piscatórios / aldeias pré identificadas (ver abaixo). Estes documentos para além de conterem um diagnóstico físico, social, económico e cultural de cada uma das áreas de intervenção deverão consagrar uma estratégia de desenvolvimento e um plano de ação que deverá elencar, priorizar e caracterizar um conjunto de ideias / intenções de projetos de investimento identificando a sua dimensão financeira bem como os respetivos promotores, uma descrição, os impactos e resultados esperados bem como uma perspectiva temporal dos mesmos.Paralelamente ao nível supra local, deverão ser identificadas ações conjuntas a levar a cabo e concretizar em rede por parte das áreas de intervenção e das respectivas comunidades piscatórias.

    A este propósito, é de referir como exemplo iniciativas de carácter eminentemente imaterial a levar a efeito nos domínios do marketing e da promoção territorial, da cultura e do desenvolvimento económico e social.

    Os Planos de Intervenção das Aldeias do Mar, bem como as iniciativas de carácter supra local a desenvolver em rede deverão apresentar um elevado grau de integração, coerência e articulação interna, contribuindo, paralelamente e de forma significativa, para a realização dos objetivos consagrados pela Estratégia de Desenvolvimento Sustentável das Comunidades dependentes da pesca do Grupo de Ação Costeira Litoral Norte.

    Este esforço de reflecção estratégica e de planeamento, tendo em vista o desenvolvimento das comunidades piscatórias, só fará sentido na medida em que seja capaz de ser gerador de projetos e de intenções de investimento firmes susceptíveis de a curto prazo virem a ser objeto de candidatura no âmbito das diferentes ações do Eixo IV do PROMAR.

    O Eixo IV do PROMAR- GAC Litoral Norte constitui o instrumento financeiro através do qual serão potencialmente financiados os projetos que virem a ser identificados através dos Planos de Intervenção Local bem como das ações conjuntas da rede.

    Cumpre referir, que os municípios definiram à priori as comunidades piscatórias que constituem as áreas de intervenção dos Planos de Intervenção das Aldeias do Mar- Concelho de Vila Nova de Cerveira – Comunidade piscatória da freguesia de V.N. Cerveira.

    Concelho de Caminha- comunidades piscatória da freguesia de Vila Praia de Âncora.

    Concelho de Viana do Castelo- comunidades piscatórias da Ribeira (freguesia de Monserrate) e Castelo de Neiva ( freguesia de Castelo de Neiva).

    Concelho de Esposende- comunidade piscatória da freguesia de Esposende.

    Em anexo, encontram-se os mapas das respetivas zonas de intervenção.

  2. Através do desenvolvimento de uma iniciativa centrada no incentivo à geração de novas ideias de negócio bem como na criação e fomento de competências empreendedoras (E+PROMAR), que facilitem o processo de criação de novas empresas, incorporando maior inovação, explorando novos mercados e/ou novas combinações de recursos.Considerando os objetivos estratégicos estabelecidos a Estratégia de Desenvolvimento Sustentável do GAC Litoral Norte, nomeadamente no que respeita ao apoio e valorização das atividades económicas existentes na sua área de intervenção, bem como na identificação e criação de outras atividades económicas, com elevado índice competitivo, que se constituam como alternativas para as comunidades e/ou que valorizem as componentes sociais e ambientais da região, afigura-se como relevante e apropriado desenvolver uma iniciativa direcionada para incentivar, apoiar e acompanhar a criação de negócios que contribuam para concretizar os objetivos estratégicos acima referenciados.

    O PROMAR- GAC Litoral Norte passará a incluir uma plataforma empreendedora de apoio, com potencial para gerar efeitos multiplicadores transversais a todos os seus eixos de ação, contribuindo de forma proactiva e inovadora para atingir os objetivos a que se propôs.